Quais são os próximos passos do universo das criptomoedas?

0 6

Espera-se que as criptos se incorporem à rotina dos seres humanos.

Do ponto de vista histórico, a trajetória das criptomoedas está apenas em seu início, afinal, 14 anos não são nada diante de séculos de inovação tecnológica. Mas foram tantas transformações ocorridas no segmento desde o lançamento do bitcoin em 2008 que até parece que os criptoativos já foram assimilados pelas pessoas e empresas. O crescimento realmente foi grande nos últimos anos, gerando uma verdadeira revolução no sistema financeiro global. Entretanto, ainda há muitos passos nessa caminhada para que o universo cripto possa se integrar ao nosso dia a dia. Confira as próximas etapas:

1 – Disseminação

A popularização foi grande, sem dúvida, mas as criptomoedas ainda atingem um nicho pequeno de pessoas. Para se ter uma ideia, estimativas indicam que há 5 milhões de brasileiros que possuem criptoativos, pouco mais de 2% da população nacional. Ou seja, há grande espaço para a disseminação, principalmente entre as classes de baixa renda. A partir da maior utilização como meio de pagamento, mostrando as vantagens de se fazer uma compra com moedas digitais, a tendência é que essa distância diminua drasticamente nos próximos anos.

2 – Educação

Ter acesso para utilizar as criptomoedas é um primeiro passo importante, mas sua efetividade depende justamente da maior oferta de educação e conhecimento a respeito do tema. As pessoas precisam saber como esse novo universo funciona, quais os riscos e, claro, as principais vantagens. De preferência, com uma linguagem acessível, atraente e que esclareça todas as dúvidas. O universo cripto oferece diferentes possibilidades em relação aos meios de pagamentos tradicionais, o que exige maior preparação dos usuários.

3 – Planejamento

Somente quando todos tiverem acesso às criptomoedas e souberem o que elas podem oferecer, será possível ir além na consolidação do segmento em todo o mundo. Neste caso, isso significa consolidar um planejamento de expansão e crescimento em diversos setores. O universo cripto é muito amplo e envolve moedas digitais descentralizadas, stablecoins, tokens e moedas digitais de bancos centrais, entre outros recursos. Estruturá-los permitirá que o poder público, as empresas e a sociedade civil possam utilizá-los de acordo com seus objetivos e funcionalidades.

4 – Maturação

A partir do seu uso constante, a próxima etapa das criptomoedas será demonstrar justamente uma maior maturidade em todos os setores. Ainda hoje, mesmo com esse boom, diversos projetos estão no início, aprendendo na base da tentativa e erro e fazendo correções de rota. Para o segmento se consolidar e ficar intrínseco no dia a dia das pessoas, é preciso que essa fase de aprendizado fique para trás. A maturidade vem com o tempo e com todas as etapas anteriores.

5 – Metaverso

Por fim, espera-se que as criptomoedas se incorporem à rotina dos seres humanos, tornando-se algo tão natural em nossos hábitos quanto o próprio dinheiro em cédula de papel. A questão é que o mundo que aguarda essa última etapa da jornada vai ser híbrido, mesclando ora a experiência “real” que vivenciamos, ora a experiência digital. É a promessa do metaverso, conceito cada vez mais presente graças, sobretudo, à expansão das moedas digitais e da tecnologia blockchain que sustenta os criptoativos. Bem-vindo ao futuro!

Rubens Neistein é business manager da CoinPayments.

Fonte: Monitor Mercantil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais